...

...

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Questões sobre a Legalização das Drogas 18 / 09 / 2014




Atualmente temos uma incitação a legalização das drogas que simplesmente está sendo aclamada de forma leviana por alguns que ainda pensam que a rebeldia jovem deveria ditar as regras nessa questão que é altamente delicada.Não se deve aspirar um sonho de uma vida melhor para o cidadão Brasileiro se não puder propiciar para a criação desses meios.É gente que só vive da pregação metodológica sem colocar um porém para que realmente possa visar o bem do povo Brasileiro.A idéia de  simplesmente legalização da forma que é tratada e debatida atualmente é um ato estúpido que simplesmente dá carta branca para os marginais tomarem o controle das ruas.É preciso que se tenha em mente algo como "agir de modo a fazer um bem a todo o povo" com aquilo que há de mais podre no nosso país que é a criminalidade movida pelo desleixo daqueles que nos governam.
É por isso que ao invés da legalização da droga deveria ocorrer uma “Estatização da Droga”.Mas como?Ao invés da simples liberação das drogas seria melhor um Confisco Público (de todas as drogas apreendidas no país) através da criação de uma Lei e assim uma expropriação das drogas presentes no território Brasileiro (plantadas,confeccionadas de forma amadora ou mesmo apreendidas dos grandes cartéis de fabricação) em favor da industria farmacêutica pública brasileira para fazer anestésicos e outros medicamentos com a industrialização e refino Estatal na fabricação de medicamentos (em laboratório através da manipulação da substancia) para venda em farmácias populares afim de atender a população de baixa renda.
A clandestinidade do traficante que mata pessoas ao manipular substancias sem ao menos ter uma inscrição no Conselho de Medicina do Brasil deve ser abolida e assim evitar as mortes causadas devido a velha política de judicialização das drogas desde quando tornaram isso um problema de polícia onde a manipulação de substâncias continua sendo feita por alguém sem preparo técnico adequado, regulamentação e fiscalização de um órgão competente como o Conselho de Medicina.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras éticas para o Comentador

Artigo 1 - A Coluna Trevosa não é um Colunismo Partidário e nem se limitará à politica

Artigo 2 - Se ela apoiar causas específicas não implicará em ter preferência por esse ou por aquele partido.

Artigo 3 - A coluna Trevosa não vai censurar ninguem e nem Moderar Comentários chamando para sí apenas a reserva de excluír somente aquilo que ofender atacando a pessoa do editor ou a a pessoa da fonte noticiosa de forma deliberada e intencional nos termos dessa lei.


Artigo 4- Se houver ofensas as mesmas serão substituidas por "asteríscos" (***) sendo publicado o restante sem reserva nenhuma.

Paragrafo Único:Somente será considerada ofensa se não houver bases para tal argumentação e inseridas em um aspecto que é incoerente ao que está sendo tratado.