...

...

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Governo Federal reinstaurando o Trabalho Escravo com a exploração de mão de obra barata 02 / 09 / 2013

Mais sobre a Escravidão do Feudalismo moderno no Brasil.

"Os Médicos cubanos não passam de um negócio bilionário para nossas autoridades e pseudo-representantes do povo. Não se trata de ideologia política e nem de saúde pública.É puro jogo capitalista para enrriquecer comunista além de trabalho escravo.

Os médicos de Cuba são o principal “produto” de exportação da ilha Cubana. O programa “Mais Médicos” não tem a nada a ver com ideologia ou saúde pública mas sim com um repasse bilionário à ditadura castrista. Simples assim.

Com certeza a questão de discussão ideológica da importação de médicos cubanos é um truque de circunscrever a discussão nos ambientes ideológicos,preconceito ou de saúde pública. Seja por má-fé ou pela simples burrice os defensores do governo que fazem isso para fugir do objetivo central do contrato que é de repassar bilhões à ditadura de Cuba.

O principal produto exportado por Cuba não é agrícola ou minérios mas sim um toneladas de médicos. E alguém duvida? E o país ganha bilhões com isso de uma maneiras espúria e considerada ilegal (ao menos no Brasil).É a retenção dos salários.
Cuba manda médicos para os países que pagam uma quantia diretamente ao governo. A ditadura cubana retém o dinheiro e repassa a menor quantia ao profissional. É a típica e clássica “terceirização ilegal” com os requintes de uma escravidão moderna.
Notem que não é bobagem pois a própria vice-ministra da saúde cubana reconhece o jogo. A maior parte do dinheiro público Brasileiro ficará com a ditadura cubana,fato. Isso está acontecendo diante dos nossos olhos para que os defensores desse modelo trabalhista inaceitável não tenham para onde fugir e simplesmente assumir que se fingem favoráveis a isso porque se o governo mandar, eles defenderão qualquer coisa.
Apenas no Brasil serão quatro mil cubanos recebendo por mês mais de R$ 10 mil. Numa contabilização bem benevolente (e não tão real, como todos nós sabemos) o governo ficaria com R$ 6 mil de cada um contabilizando um valor mensal de R$ 24 milhões.
A cada ano serão R$ 288 milhões de reais enviados a Cuba. O dinheiro que seria para o salário do trabalhador irá direto para a ditadura. E vale repetir e lembrar que essa é uma conta benevolente (e ilusória). Como o valor é muito maior a conta mais próxima da realidade é:a ditadura cubana ficará com pelo menos R$ 28 milhões totalizando a anualidade de R$ 336 milhões. Em três anos Cuba terá embolsado mais de um bilhão de reais do dinheiro do salário de um  médico.
Um negócio bilionário,óbvio.Sem dúvida é coisa de gênio das finanças.Nada de ideologia,papo furado revolucionário ou preocupação com saúde pública mas sim uma transferência de bilhões de reais para uma ditadura “amiga” do poder dominante.Lembrando que em qualquer negócio de exportação dessa envergadura costuma  existir intermediários pois então imaginem a comissão dessas figuras.
Acho que agora tudo ficou bem claro para quem fazia de tudo para passar um pano quente nessa questão e que achava que tudo era feito para o "bem" kkk.
É trabalho escravo mas também é uma ideia Capitalista para enrriquecer comunista.Nota-se que os  comunistas criticam o capitalismo mas só quando não beneficia à eles.E a Ideologia?Q nada.Isso é conversa fiada que contam para acalmar o povo que protestou contra a Copa do Governo Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras éticas para o Comentador

Artigo 1 - A Coluna Trevosa não é um Colunismo Partidário e nem se limitará à politica

Artigo 2 - Se ela apoiar causas específicas não implicará em ter preferência por esse ou por aquele partido.

Artigo 3 - A coluna Trevosa não vai censurar ninguem e nem Moderar Comentários chamando para sí apenas a reserva de excluír somente aquilo que ofender atacando a pessoa do editor ou a a pessoa da fonte noticiosa de forma deliberada e intencional nos termos dessa lei.


Artigo 4- Se houver ofensas as mesmas serão substituidas por "asteríscos" (***) sendo publicado o restante sem reserva nenhuma.

Paragrafo Único:Somente será considerada ofensa se não houver bases para tal argumentação e inseridas em um aspecto que é incoerente ao que está sendo tratado.