...

...

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Não subestime os "projetos de novos coronéis" e fique de olho aberto 31 / 07 / 2013

.Os "pirralhos universitários apadrinhados" existem e estão em treinamento e estágio para adquirir a maldade do poder dominante de Santiago.O dirigente do hospital municipal e o administrador prefeito da cidade não querem mostrar as contas públicas e poderia estar atacando a democracia e lesando o erário.O povo quer saber também sobre os valores desatualizados da prefeitura.Onde esta a coragem de pedir respeito ao dinheiro público?É preciso exigir respeito do princípio da publicidade na administração pública.Nós precisamos destruir o mar de lama administrativo e punir os culpados que estão diretamente e indiretamente envolvidos com os administradores mesmo em seus escritórios particulares.Se tiver corrupção eles devem estar levando um pouco para os seus bolsos também.Se não tiver ele vão sair fortalecidos.É importante também ficar de olho aberto aos pequenos "coronélinhos estagiários" que trabalham nos escritórios dessa gente.Eles tem contato com os "grandes" do poder dominante então devem ser investigados e interrogados nas CPIs.Seria importante  querer punição de forma exemplar.Lembrando que todo aquele que se curva diante desse poder administrativo dominante (em todas as instituições de prestação de serviço público,que estão à cargo do município e até servidores graduados que tem seu escritório fora das dependências do espaço público) também deve ser suspeito de pratica de coluio aos atos dos poderosos e toda investigação deve ser total.Não se pode esquecer de investigar esses "pirralhos" do poder dominante que estão no poder a mais de 120 anos em Santiago.De alguma forma,seja ela de forma pública ou privada,eles podem ser inimigos em potencial do cidadão Santiaguense.Eles devem ter rabo preso (eles devem saber de algo ainda mais que eles  tem ligação direta com o apadrinhados políticos do poder dominante) ou podem estar ajudando de alguma forma a lesar os cofres públicos.Acorda povo de Santiago!Não tenham medo de vermes pois eles apenas rastejam e como são covardes só agem na sombra.Levanta povo!Chegou a hora de mostrar o nosso poder de enfrenta-los de frente!Nós podemos guilhotinar o poder dominante da cidade de todas as formas enfrentando cara a cara esse bando em uma CPI.

por Neryzinho Fortes

Dê seu apoio:
CPI do hospital já!CPI dos parquímetros já!CPI da Guarda municipal já!Vamos exigir pelo cumprimento do  princípio da publicidade e pela moralidade na administração pública.Vamos pra cima deles povo!Vamos dar cadeia aos culpados já que não podemos dar um castigo mais severo e merecido.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

O olho do gado emagrece o dono 17 / 07 / 2013

É impressionante como a administração municipal se orgulha de uma cidade cenográfica,uma cidade maravilha e uma cidade inexistente e um "polo regional".É impressionante como um dirigente de hospital se comporta fazendo drama e acusando de estarem tentando atacar o inatacável.Como pode haver um líder de setor público que não respeita a opinião alheia?Como pode uma cidade ainda tentar criminalizar a opinião alheia?É inadmissível que em uma democracia consolidada ainda exista alguém que diante de um cargo de inegável importância ainda se resguarde sobre um direito ao qual não existe.Além do ódio e do desrrespeito ao princípio da publicidade que é um dos principais escopos do direito que rege a administração pública.O direito de saber sobre as contas públicas entre fatos e atos seja por qualquer meio de informação é um direito do cidadão brasileiro.A desobediência ao princípio maior da administração pública será de responsabilidade do infrator.Segundo Carmem Lucia Antunes Rocha "a publicidade confere certeza à toda e qualquer conduta do estado brasileiro e assegura os direitos individuais de cada cidadão e sem ela haverá uma ruptura do elemento de confiança que o cidadão precisa para a existência da segurança jurídica".A transparência é um requisito essencial à administração pública.Por que alguém em cargo público de administração onde se utiliza dinheiro público não deve ter transparência nas suas atividades? A obediência ao princípio da publicidade é importante e ninguém está acima da lei.O  respeito à moralidade no serviço público é necessária para haver um governo do povo,pelo povo e para o povo.Apoiar um Comissão Parlamentar ou um Comissão Especial de inquérito não é um dedo apontado indicando um culpado mas um caminho para encontrar respostas para qualquer dúvidas que a sociedade possa ter.É inegável que responder o clamor do povo é um dever e não somente um direito do gestor público.O direito quem tem é a população.A população tem o direito de saber tudo o que acontece na esfera pública afinal é ela que mantém com seus tributos entre taxas e impostos.Somos nós que pagamos.Esse dinheiro é nosso.Toda vez que se usa dinheiro público uma investigação não deve ser encarado como algo ruim.Pelo contrario.Toda investigação deve ser encarada como um aprimoramento da democracia.Um meio de torna-la mais moral,mais ética e mais louvável e acima dos mandos e desmandos dos prazeres de um poder dominante.Um meio de mostrar quem são os melhores gestores para o povo poder aplaudir seu excelente trabalho.Na democracia o poder maior é o poder da vontade do povo e esse poder não deve ser tomado como irrelevante ou insatisfatório por que afinal é ele que mantém o governo democrático e o Estado de Direito já que é em função do povo que existe todas as instituições.Não pode alguém em seu próprio nome se colocar acima da carta magna.Ninguém está acima dela.O princípio da publicidade para o funcionamento da democracia deve ser praticado por que sem ele as instituições democráticas e toda a administração pública perdem o sentido.Não haverá sentido para se afirmar a existência de uma democracia se não existir a publicidade em todo e qualquer ato da gestão pública .É triste ver um gestor público fazer drama e não querer permitir a transparência nas contas públicas por um capricho que ninguém entende o motivo.Estamos em uma democracia e não existe crime de opinião e a obediência à publicidade na esfera pública deveria ser encarado quase como uma religião.Esse seria o melhor tipo de fanatismo que o povo precisa.Porém existe o medo de que o olho do gado emagreça o dono.Existe o medo da diminuição do domínio do poder dominante mas esquecem porém que existe também uma oportunidade para mostrar se realmente existe moralidade,dignidade e ética na administração pública.

por Neryzinho Fortes

segunda-feira, 15 de julho de 2013

"Se nunca existiu corpo ele será ocultado"

Nós precisamos de uma justiça verdadeira.A acusação de homicídio no caso Adriele Tolfo deveria ter base em fatos.O que temos é só especulação e não podemos ter uma justiça de especulação.O delegado Brum que é o responsável pelo caso Andriele Tolfo e a equipe de paricias acompanharam o esvaziamento de uma fossa e um poço-negro na casa onde dizem que o fato ocorreu.Vamos recaptular:Existe um laudo do IML que comprova que ela não poderia estar gravida nos 12 meses anteriores ao suposto fato..A suspeita Andriele não levou o comprovante do empréstimo que sua mãe fez e se ela mentiu quem garante que tenha falado a verdade na hora que confessou o crime?Como uma desempregada conseguiu um empréstimo para pagar o advogado Carlos Alegre?Pode ter sido coagida!De acordo com o laudo do IML a criança nunca existiu.O fato mais importante é que o caso não pode ser encerrado já que Andriele tolfo não é Elisa Samudio por mais que a polícia de Santiago queira que fosse.Não existe glamour nesse caso e não pode ser encerrado.Será um crime contra a sociedade se a polícia encerrar o caso.Agora a polícia quer condenar a suspeita Andriele Tolfo por um crime onde não existe cadáver e com base em simples conjecturas levianas e querem encerrar o caso.Por que a polícia não pode mais investigar?Por que Andriele é pobre?Será que toda a sociedade não tem direito de saber a verdade?Será que a sociedade não merece ter uma justiça verdadeira com base em fatos?A suspeita Andriele Romero Tolfo corre risco de ser condenada por ocultação de um cadáver que o IML afirma não existir.A sociedade corre o risco de ter uma criança viva,vendida e que jamais será encontrada.Existem inúmeras pergunta que a sociedade faz.A polícia não quer ocupar seu precioso tempo investigando um caso ocorrido com um mulher humilde?Não podemos ficar a merce da especulação de uma imprensa local "isenta" que de tão isenta toma partidos para sí e exibindo seus políticos de estimação em "Banners" mostram o quanto são imparciais.


por Neryzinho Fortes

domingo, 14 de julho de 2013

Quando tem investimentos eles são direcionados para o hospital onde não aparece melhora nos serviços de tratamentos oferecidos e para piorar niguem lembra dos postos de Saúde.Existe em Santiago postos de Saúde de "faz de conta" sendo que eles também fazem parte do "Sistema de Saúde Municipal" de exportação 14 / 07 / 2013

   Já que o hospital da Cidade de Santiago exporta doente talvez pudessem ao menos ter postos de Saúde com mais infraestrutura por que o médico público que vai atender o paciente primeiro se localiza no posto de Saúde. O investimentos direcionados ao hospital não aparecem ou são destinados aos apadrinhados endinheirados do poder dominantes.O povão não tem condições de pagar pelo atendimentos e pelos exames.Se não temos um hospital de qualidade deveríamos pelo menos ter postos de Saúde de qualidade.Se os investimento existissem teriam algum destino mas não tem.A tirania municipal pode estar embolsando os sonhos de um hospital digno de um "polo regional".Infelizmente hoje temos um serviço de Saúde em Santiago que exporta doentes e essa exportação é feita de uma maneira bem hipócrita.Segundo os gritos de glória dos reis que dominam a cidade de "Nós somos uma cidade  polo regional" e continua a empáfia do prefeito que tenta fazer o povo acreditar no sobrenatural,no invisível e no inexiste.O prefeito quer que o povo acredite no fantasma de um "Sistema de Saúde eficiente que temos em Santiago" quando a realidade é outra.Impossível deixar de ver como as coisas parecem fluir em mar de desesperança que atinge o cidadão que vai procurar um posto de Saúde em Santiago.As áreas mais pobres quando vão ao posto de Saúde não enxergam o serviço de "excelência" que o prefeito fala.O que eles conseguem ver são médicos que sem ter remédios públicos disponíveis continuam receitando "paracemol" por que é só isso que podem fazer diante do "Sistema de Saúde onde trabalham".Enquanto em muitos países da europa com uma carga tributária menor que a nossa tem especialistas em seus postos de Saúde nós seguimos o caminho de sempre,ou seja,o caminho da exportação.Exportamos para o hospital desse "magnífico polo regional" que de tão magnífico é incapaz de receber nossos doentes e usando o mesmo recurso da exportação envia para nós a possibilidade de ir até Porto Alegre já que nesse "incrível polo regional" que temos não conseguimos ter nossas aflições atendidas e muito menos remediadas.O máximo que fazem é uma vista grossa para decidir quando será a transferência.Assim nós podemos continuar tendo nosso orgulho inabalável de ser uma cidade "polo regional".

por Neryzinho Fortes

além de exportar a mão de obra somos uma "cidade educadora" e um "polo regional" que exporta doentes 14 / 07 / 2013

                É muito triste que em pleno ano de 20013 sejamos uma cidade polo de um região que além de exportar mão de obra exportamos pessoas doentes.Como é possível que uma cidade que se orgulha tanto de ser a Terra dos poetas,a cidade educadora onde temos escolar municipais precárias e que não consegue atender bem a demanda com micro-escolas municipais de faz de conta?A cidade de Santiago se orgulha de ser um polo regional mas problema do desemprego força os jovens a ir até a região metropolitana para prosseguir seu ciclo de desenvolvimento vital.A cidade de Santiago e sua administração atual do Prefeito Ruivo se orgulha de ser um polo regional que exporta mão de obra e que os filhos dessa cidade não tem o direito de permanecer no local onde nasceram.É muito triste.É muito triste que a cidade possa se orgulhar de ser um polo regional que exporta doentes já que temos postos de Saúde sem infraestrutura onde médicos não fazem questão de trabalhar,onde agentes de Saúde tem seus direitos rapinados pelos donos do poder.A cidade e seus administradores se orgulham de ser um polo regional mas o hospital municipal continua exportando doentes para a capital do estado.Parece que na realidade o polo regional dessa região é Porto Alegre.Será que essa cidade tem o direito de ser chamada de polo regional se nós temos funcionários públicos concursados ganhando salário mínimo e serviços públicos sem infraestrutura para trabalhar?Enquanto isso o povo pergunta em todas as manifestações:Até quando teremos uma cidade de propagandistas ao invés de gestores?Quando teremos uma administração que se importa com o povo?Enquanto isso nos orgulhamos de uma cidade educadora e terra dos poetas.Realmente o polo regional só existe na imaginação do prefeito.

por Neryzinho Fortes

Prefeitura de Santiago no Rio Grande do Sul não paga Salário total dos agentes de Saúde (aquele exigido por lei?)?Eles não recebem todos os direitos?É uma vergonha! 14 / 07 / 2013

             Os senhores donos de todos os privilégios que comandam o desgoverno municipal e que fazem da praça municipal uma extensão de sua garagem domiciliar também não tem respeito pelo cumprimento dos pagamentos Salariais nem dos próprios funcionários externos da saúde.Dá para ver a falta de compromisso com o povo.Como querem melhorar a Saúde se já começa desse jeito?Assim não dá para acreditar nesses "regressistas".Para onde vai esse dinheiro?Melhor seria dizer:quem embolsa o restante dos Salários dos funcionários dos postos de Saúde em Santiago?Os funcionários da Saúde que recebem aquela vergonha e que atendem ao povo não estão em melhores condições do que o povo que eles atendem.Q vergonha para os grandes "regressistas" que governam a cidade desde sempre.A administração municipal é incrível.Os funcionários agentes de Saúde de Santiago não recebem os 1300,00 R$?Acho que infelizmente não.É muito triste mesmo.A cidade Santiago é a terra dos dominadores e dominados e e nessa rede o poder dominante continua fazendo uma administração de brincadeirinha.O prefeito Ruivo parece não se importar nem com os funcionários mais pobres e concursados mas os cargos de confiança recebem muito bem.E depois como o povo vai querer ter uma Saúde de qualidade se aqueles que deveriam fazer o primeiro contato com o povo que posteriormente irá ser atendido não são valorizados e nem recebem o que lhe é de direito.Me pergunto se isso não seria um ódio ao concurso público que a administração municipal tem já que em Santiago a existência de concurso é quase nula.Ao que parece cidade de Santiago é realmente uma cidade cenográfica por que de cidade séria não tem nada.O desgoverno municipal e atual da cidade provou ser ineficiente,incompetente,sem vontade politica e totalmente sem compromisso com a saúde municipal.Além de não cumprir com as obrigações  eles confundem administrar (que não fazem) com cabrestiar (que é a sua única atividade )e assim vão brincando de prefeitura de cidade cenográfica.

por Neryzinho Fortes

sábado, 13 de julho de 2013

O Sr.Administrador do Hospital Público Municipal e os demais donos do poder em Santiago no Rio Grande do Sul acham que contas públicas não devem ser públicas?Em que mundo eles vivem?Se as contas são públicas qual a parte de "públicas" eles não entenderam? 13 / 07 / 2013

Ao que parece o tal administrador da respeitável instituição HCS está tento uns devaneios e pensa que contas públicas é sinônimo de contas privadas?O tal do Sr.Mesquita não sabe o que é uma democracia?O hospital municipal de Santiago no Rio Grande do Sul não merece ser o palco dessa hipocrisia.Como pode isso?Será que  pessoas que tem cargos públicos não sabem ler?É conta "pública",ou seja,da parte do poder público e que usa "dinheiro público".Que parte do "pública" eles não entenderam?kkk.Ao que parece os donos do poder acham que em pleno séc XXI vão poder ir contra a moral e a ética.Nós precisamos de moralidade,nós precisamos de ética nas contas públicas do hospital Santiago e em toda administração pública.Não é possível que uma intituição que usa dinheiro público se julgue no direito de esconder seus gastos!Se Santiago estivesse na Europa esse senhor já teria abandonado seu posto à muito tempo.Vamos evoluir povo de Santiago!O que há com a população de Santiago?Lembrem-se...nós somos o povo e esse dinheiro é nosso!Devemos ir até lá e exigir que as contas do hospital seja aberta e transparentes.O poder dominante não pode ditar sobre a publicidade das contas públicas.Toda conta pública deve ser pública.Acorda Santiago!Somos cidadão!Não somos servos nem escravos!

por Neryzinho Fortes

Desde quando é dever da guarda Municipal Santiaguense cuidar parquímetro de concessionárias privadas?Na cidade de Santiago no Rio Grande do Sul floresce o uso indevido do poder público por uma empresa amiga do poder. 13 / 07 / 2013

As forças públicas estão sendo dominadas pela tirania e pela complacência dos que deviam zelar pelo bom andamento da maquina pública.Os senhores do poder dominante e donos de todos os privilégios estão ais uma vez invadindo a esfera do bem público para formar seus cartéis de domínio e suas tetas de onde sugam o suor do cidadão sem lhes prestar o que lhe é devido.Aquilo que lhe é de direito acaba por esquecido em meio ao lume cativo de uma imagem de aceitação da qual se serve os que nada tem e que são impelidos à pagar em dobro aquilo que já pagaram.Hoje temos na cidade uma falta de vergonha na cara e um total desrespeito para com o povo que é obrigado á pagar para estacionar em local público.O cinísmo dos donos do poder aos quais nada lhes falta tiveram a empáfia e a ousadia de tornar a praça municipal uma extensão de suas casas.O cúmulo da hipocrisia em nossos dias se perpetua.O povo silencia em coluio involuntário e estimulado pela dependência imposta pelos donos do poder.não faltará assim como falam os políticos corruptos que se gabam de comprar o nosso voto e distribuir remédios somente para quem é filiado ao partido que domina essa cidade como um feudo desde sempre.O espírito de estancieiros mortos saudosos do domínio de seus tanques e de suas pretensões de controle absoluto.São os mesmos que ainda vivem com a cabeça voltada ao passado e que mantém a cidade de Santiago com requinte de "uma vila" ao qual seus jagunços e apadrinhados criaram duas espécie de pessoas "os dominadores e os dominados" .Além de não oferecer empregos com indústrias eles usam o que é público como se fosse privado.São eles que agora no limiar de um novo tempo que insurge tentam apagar a chama de uma liberdade que se aproxima e que o medo de uma igualdade pode alavancar o fim do seu esquema de poder.Desde o Hospital tirânico HCS até o parquímetro são exemplo de que existe uma rede de "dominadores e de dominados".Eles estão usando a força pública municipal para auxiliar seus amigos ao invés de usa-los para fazer a segurança de espaços públicos municipais.É vergonhosa essa atuação que caracteriza a perpetuação de um cartel que levou sua quadrilha para o governo e se mante-se desde sempre.Desde quando concessionárias privadas devem utilizar material humano público para servir seus privilégios e sua arrecadação imoral já que o povo paga duas vezes.Uma vez no imposto e outra vez ao utilizar a via pública.Vergonha!Levante-se povo!

por Neryzinho Fortes

A existência de um regramento de "Plantão das Farmácias Santiaguenses" é uma aberração da administração do prefeito Ruivo.A prefeitura quer cabrestiar até o mal estar das pessoas kkk. 13 / 07 / 2013

É uma aberração esse controle das farmácias Santiaguenses e seus plantões absurdos.É um favorecimento à um cartel dos "amigos do poder dominante".Infelizmente temos uma administração municipal que quer cabrestiar até as doenças as pessoas.Nós não temos o direito de escolher em qual farmácias compramos nossos remédios à noite em uma farmácia próxima à nossa residência.E se houver uma emergência?A prefeitura chefia farmácias determinando quais devem ficar abertas kkk.Isso é o cúmulo!É uma total falta de vergonha na cara e desrespeito para com o povo!Isso é  ódio pela concorrência entre as farmácias!O povo não tem o direito de escolher o menor preço?A administração do prefeito Julio Ruivo é demoníaca!É o desejo de querer fazer do povo um instrumento de servidão para perpetuar o domínio e o controle absolutista da administração do partido regressista.Nós devíamos ter o direito de comprar na farmácia que quisermos além é claro de permitir que farmácias sejam localizadas mais próximas às casas das pessoas para que um cidadão não precise atravessar a cidade caso esteja à procura de um medicamento.Todos sabemos que o hospital de Santiago é capitaneado por um tirano (Mesquita) do "poder dominante" e não tem funcionamento real.todos sabem que o hospital municipal serve somente ao "esquema corporativo do poder dominante" e além dessas má condição de atendimento o poder dominante municipal aboliu o plantão noturno das farmácias dando privilégios para um pequeno cartel farmacêutico dos "amigos do poder" no qual somente as farmácias que a prefeitura determina podem ter o plantão noturno.

por Neryzinho Fortes

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Para algumas autoridades a Suspeita de Matar o próprio filho (Andriele) pode não estar gravida pouco antes do fato.De onde surgiu a criânça? 12 / 07 / 2013

No estranho caso ficticio de Andriele Romero Tolfo de 25 anos há uma rede de falsidades e hipocrisias coordenadas pelas "forças ocultas" que estão em um livro conhecido.A moça confessou à polícia que depois do parto colocou a criança X no cano de descarga do banheiro mas isso não seria provável.Um recém-nascido tenha passado por um cano de descarga?Uma mãe sem coração?Que horror!A população ficou chocada!E não era pra menos,né.Depois disseram que haviam queimado o corpo.Quem vê a verdade se choca e ao dizer a verdade não esquece e não se contradiz.A policia disse que em meio à um lixão encontraram um fêmur de bebê (nossa!como nossa polícia Santiaguense é eficiente kkk se fosse assim exportaríamos nosso modelo de "Segurança Pública" kkk e viva Santiago!A cidade onde se descobre tudo! kkk).A história prossegue na tentativa de comoção...mas por qual motivo?querem justiça?por qual crime?pelo assassinato do bebê?O problema é que relatórios do posto de Saúde daquela localidade confirmam que a suspeita jamais esteve grávida além de muitas autoridades estarem convencidas por médicos que confirmaram.Sendo assim a polícia foi usada como massa de manobra por "alguem" e resta saber quem foi esse "alguem" que criou essa confusão e o falso caso do bebê assassinado.Se se trata das "forças ocultas" ou de um indivíduo oculto como no livro do Ernest 
(foto de Ernst - filosofo alemão)

Não pode haver morte "sem causa" mas será que pode haver "causas" sem mortes,incidentes e acidentes?Isso está entalado na garganta do povo faz tempo... 12 / 07 / 2013

Intrigante como pode ser tudo que é turvo ou escuro nesse nosso mundo.Vemos que "causas" costumam carregar morte aparentemente "sem causa".Será que pode haver morte sem causa?Será que varias morte com a mesma causa entre pessoas públicas e próximas é comum?Vamos voltar nossos olhos para o óbvio,please!O que aconteceu foi a engenharia da carnificina?Pode ser.Vocês se lembram de 2011?Eu lembro.Vocês se lembram quantas pessoas públicas ligadas à movimentos culturais e políticos sofreram acidentes e muitos deles fatais na saída de Santiago para Jaguarí pela BR 287?É um tanto estranho que o povo não esteja desconfiado do que anda acontecendo e claro que que só quem presta atenção aos mínimos detalhes veria que algo está errado ou mesmo estranho nisso tudo.Quando aquele político de projeção estadual morreu estava acontecendo pautas importante que iriam ser ruins para alguem e quando o professor universitário morreu estava acontecendo um evento na universidade.Ao que parece tanto o líder popular quanto o professor representavam mudanças e participação do povo.Seguindo essa visão o  operador jurídico morto durante o pleito eleitoral também entraria nessa história não acham?Estou pensando aqui com meus botões se o acidente com a "menina dark" também não teria algo a ver com isso também afinal em Santiago a luta pela manutenção do cabresto é grande.E a boate incendiada?Estranho,no mínimo (e que teve ampla propaganda na imprensa "isenta",diga-se).Cabe ao povo da cidade fazer essas indagações e pensar a esse respeito e illuminar essa escuridão de fatos no local onde o judas perdeu as botas.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Enquanto Rafael Nemitz odeia democracia e comentaristas Fecebookianos a liberdade de expressão em Santiago vai sendo criminalizada através do fechamento do blog "Opinar Sempre Desistir Nunca".É só nesse fim de mundo que acontece esse hipocrisia kkk 11 / 07 / 2013

O ato de "se achar demais" é presente em uma cidadezinha com indivíduos hipócritas.Como todos já sabem o tal do Rafael Nemitz (conhecido profissional do jornalismo "isento") se chateou com comentários feitos por pessoas comuns no facebook de forma aleatória.É incrível como se tenta criminalizar a liberdade de expressão na cidade de Santiago.O cara acha que outros não devem ter opinião?É o cúmulo isso!Onde já se viu um individuo individual querer cabrestiar a opinião alheia e ignorar a constituição?Será que Santiago é realmente o lugar onde o judas perdeu as botas?O blog "Opinar Sempre Desistir Nunca" de Sergio Bueno foi fechado.Parece que algumas pessoas (o poder dominante) não entenderam o que é uma democracia kkk.

por Neryzinho Fortes

"Nós não queremos indústrias de fora gritam uns!" e "Nós não queremos ser explorados gritam outros!" e assim segue o baile dos retirantes ( 11 / 07 / 2013)

"Nós não queremos indústrias de fora gritam uns!" e "Nós não queremos ser explorados gritam outros!".No silêncio o vazio transforma-se em realidade dura.É triste a ignorância mas cruel é a falta de visão de quem não consegue ver a própria aniquilação .Essa aniquilação não é uma extinção da vida que ocorre de forma rápida.É lenta,cruel e gradual.Assim como a morte que lentamente vai cessando os órgãos a apologia da própria extinção gradual é tido como benevolente.Oh..tão bela e ao mesmo tempo tão podre.É a hipocrisia fria e quente.É fria como a falsidade de uma expressão que magoa a alma ainda que acalme o corpo inebriando a mente com a simples sensação de liberdade ainda que fragilizada.Teríamos outras formas melhores diz o ciclo do universo.Onde o fluxo é crescente ele atiça para a frente uma luz que pode ser vista atrelada ao fim do túnel mas quando essa luz não reluz ela se incorpora à escuridão.Como a escuridão temos as empresas amigas do poder municipal que fisgam nossa vida para torna-la refém de um método predatório.Só o que se ouve é "Não queremos indústria de fora da cidade!"(sendo que não tem incentivo para ninguém criar indústrias de dentro da cidade kkk) e continuam os hipócritas ao som de um inebriante senso de auto proteção que se confunde na cabeça do povo como um senso de justiça municipal que não ocorre.Infelizmente são eles os mesmos que impedem que empresas municipais sejam criadas e tanto eles como o outro grupo (partido que alega defender os trabalhadores mas não defende a geração de emprego)que alega "não querer ser explorado" comungam da idéia do atraso e do cabresto como forma de vida livre da falta de mando e da sensação gostosa de autoridade ao qual exercem inflamando à multidão sorrisos de vitória comum quando na verdade ela é segregada,seleta e escolhida à dedo.Dizem os falsos profetas da desilusão que temos medo de ser explorados como mão de obra barata quando barato é o compadrio de suas ações no mais profundo desejo de domínio e de controle.Dominar o povo é o lema dos que não conseguem querer mais na vida do que dominar,mandar e se fazer obedecer.Uns exaltam indústrias invisíveis,fantasmas inexistentes e outros glorificam um estado ineficiente.Não percebem ou não querem perceber e obedecer à natureza ao qual tudo existe em igualdade e tem um ciclo harmonioso de existência.Não,ele não querem!Eles querem fazer de sí próprios a natureza para serem obedecidos como se todos fossem dotados de um direito de mando legitimo e nascido deles próprios para  fazer-se obedecido ao máximo e de se colocar acima de tudo e de todos.Não se pode mandar se não puder ficar atrelado ao seu nicho restrito de domínio e poder como as industrias que continuam mamando no prefeito.São como uma comuna medieval cercada de um muro e um foço cheio de crocodilos.Assim é resgatado um "feudalismo moderno".Embebidos na sede de poder lançando mão de suas prerrogativas para estagnar a busca pela liberdade e pela afirmação da própria capacidade que todo homem nasce e que Deus deu à cada um plano de seguir à obediência da sua própria existência e seu desejo de vida que fará do seu destino uma realidade ao longo do tempo.Deus deu a liberdade e os mesmo que enchem a boca para falar de Deus negam essa mesma liberdade em nome de seus vícios pequenos embebidos por um lume cativo de execração tendem a inflamar a mente dos marginalizados.Diante disso insurge para opor-se à isso a realidade e vida de cada cidadão que diz com todos as letras na mente e no desânimo de quem não tem uma possibilidade de continuar vivendo nessa cidade após completar certo tempo ou mesmo de ser obrigado à adentrar o as entranhas do mundo do crime na adolescência e acaba por suprir nosso sistema prisional pela negligência de uma administração municipal que impede o desenvolvimento de toda a  população.Nós não queremos indústrias de fora?Nós quem?Quem é esse "Nós" citado pelos barões municipais?É o povo?Ou é o cartel da indústria municipal?Os aqueles que precisam se afirmar como dominadores e assegurar seus bajuladores para suprir sua carência de dominar.Assim é o poder dominante municipal.Até quando Santiago vai continuar importando mão de obra para a região metropolitana?Para a administração do prefeito Julio Ruivo a cidade de santiago é colônia da região metropolitana kkk.A questão da falta de empregos em santiago é uma questão cultural importante para os planos do poder dominante.É para poder dominar.

por Neryzinho Fortes

Simbolismo e mistificação não compra o pão 11 / 07 / 2013

Talvez.Nesse sentido existe um ponto em que todos concordam!Chega de viver de simbolismo e mitologia!O povo quer é comida na mesa,leito nos hospitais e escola de qualidade. Diante disso tudo podemos ver o simbolismo como coisa pra enganar trouxa!O povo finalmente acordou e reagiu contra o simbolismo corporativista e dominador que ganhava corpo no país depois de séculos de execração e hostilizava o que o país tem de mais importante.O povo!O que um país tem de mais importante é povo desse país!O povo é que constrói um país.Um país não é uma bandeira ou um hino ou a bobagem dos dos discursos de ideólogos comportamentais de controle e domínio que se acham Deuses aos quais segundo eles a providência divina ordenou que devem dominar.O domínio do homem pelo homem.O homem havia virado escravo da sua própria espécie quando dividido por grupos corporativos ditos "movimentos" que visavam o domínio de seres humanos.A união faz brotar do aparente ócio a criatividade mais profunda de todas.Um país é um povo!Agora finalmente o Brasil entendeu que deve se manter unido por que o inimigo maior (o domínio corporativista) se fortalece exatamente pela força da desunião!Enquanto o povo se manter unido...não somente sob uma bandeira...não simplesmente sob um hino...mas sob sua própria espécie e disso destaco "família,companheiros e amigos",ou seja,o povo desse país,tudo será ótimo.

por Neryzinho Fortes